Trombose é coisa séria

“Começou com uma pequena dor de cabeça. A dor foi aumentando gradativamente durante três semanas, até ficar insuportável.

Fui ao hospital em Botucatu, onde a médica me receitou remédios para enxaqueca, não pediu nenhum exame e não quis me encaminhar para um neurologista (mesmo com minha insistência), pois disse que não era o caso.”

Foi um choque, não consegui entender bem o que estava acontecendo, o médico me perguntou se eu tomava anticoncepcional, eu disse que sim, há cinco anos, e então ele disse que essa poderia ser a causa do problema.

Cinco anos de YAZ, três ginecologistas diferentes, e nenhum me alertou sobre a trombose, mesmo perguntando a respeito, nenhum falou que seria um risco. Não tenho histórico familiar, não sou fumante, e os exames de sangue estavam normais, não tinha predisposição a ter trombose.

Foram três dias dentro da UTI, e um total de quinze dias de internação. A causa era mesmo o anticoncepcional, um remédio que era pra estar me ajudando, mas que ali poderia ter me causado uma seqüela irreparável ou até mesmo algo pior.”

Essa é parte do texto de uma universitária que descobriu estar com Trombose Venosa Cerebral, devido o uso regular de anticoncepcional por cinco anos. O texto completo está nesse link
https://www.facebook.com/juliana.bardella/posts/1170340676367274

trombose venosa cerebral

Fiquei impressionada com o relato da Juliana, assim como acredito que você também ficou. Sendo esse um tipo de medicamento preciso em muitos casos, mas que deve sim seu usado com cautela, pois como todo medicamento tem efeitos colateriais, e como notamos, podem ser fatais.

Os anticocepcionais trazem em sua formulação uma pequena dose diária dos hormônios estrogênio e progesterona, e é justamente essa dosagem extra de estrogênio no organismo uma das causadoras do tromboembolismo, notado desde o surgimento da pílula na década de 1960.

O uso da pílula, tras como único “benefício” a prevenção de uma gravidez indesejada, mas em contrapartida, oferece diversos riscos à saúde da mulher, e esses nem sempre, e na maioria das vezes não é relatado pelos profissionais que indicam tal medicação.

Uma curiosidade é que a camisinha foi inventada com o intuito de evitar a gravidez, para serem usadas durante o período fértil, mas hoje ganhou novo “status” e esse não é nem de longe o real objetivo de uso, infelizmente.

nick

Já escreveu 1336 post nesse blog.

Estudante de Comunicação Social, criou esse blog para compartilhar assuntos como moda, beleza, saúde, e tantos outros. Uma certeza: Todos temos algo para aprender e a ensinar.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)

nick

Estudante de Comunicação Social, criou esse blog para compartilhar assuntos como moda, beleza, saúde, e tantos outros. Uma certeza: Todos temos algo para aprender e a ensinar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *